16 maio

Homem preso por tentar visto de forma fraudulenta

Sem categoria No Response

Falso servidor federal é preso na embaixada dos Estados Unidos

O homem foi detido com documentos falsos, enquanto dava entrevista para obter visto de entrada no país norte americano

Um homem de 27 anos está preso depois de apresentar documentos falsos durante a entrevista para obtenção de visto na embaixada dos Estados Unidos da América, na Quadra 801 do Setor de Embaixadas. Agentes da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) foram acionados para atuar na ocorrência e prenderam o suspeito por uso de documento falso.

O acusado, identificado apenas como L. T. L., chegou na embaixada na quinta-feira (2/5). Ele é autônomo e morador do Mato Grosso, no entanto, mentiu sobre a própria origem na entrevista. Conforme informações da Polícia Civil, ele apresentou aos agentes diplomáticos falsos comprovantes de renda, além de um termo de posse fraudulento.
O homem está detido no Departamento de Controle e Custódia de Presos (DCCP), na sede da PCDF, no Parque da Cidade. Lá, o suspeito aguarda a audiência de custódia com a Justiça, que determinará se ele responderá pelo delito preso ou em liberdade. Caso ele seja condenado pelo crime, pode pegar de 2 a 6 anos de prisão.
visto

Se passou por estudante

Em 24 de abril, um açougueiro de 26 anos foi preso em flagrante, na embaixada dos Estados Unidos. Ele também tentava adquirir um visto de turista com documentos falsos. O suspeito é morador de Sobrália, interior de Minas Gerais, e estava hospedado no Hotel Nacional, em Brasília. Na ocasião, policiais da 1ª DP (Asa Sul) foram acionados para investigar o caso.
O homem apresentou dois extratos bancários fraudulentos para conseguir o visto e entrar no país. Ainda, ele ostentou mais dois documentos falsos: uma declaração de Imposto de Renda; e um comprovante de matrícula no 9º semestre do curso de educação física da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas).
Após apuração da 1ª DP, constatou-se que o rapaz estudou até o 1º ano do ensino médio e a instituição de ensino negou que ele fizesse o curso. Ao ser confrontado com as informações, o suspeito alegou aos agentes que pretendia ir visitar um irmão que mora nos Estados Unidos há 17 anos.  A história não foi confirmada pela unidade policial.
Para mais notícias acompanhe nosso BLOG GLOBALVISA!

0 Comentário

Escreva uma resposta ou um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP 15 MELHORES AEROP… 08/05/2019 Autorização Eletrô… 20/05/2019